O jogo da mídia

Já se passou 5 dias da eleição e até agora eu ainda não vi na mídia uma discussão séria sobre os casos de racismo explícito que inundaram as redes sociais.

Digo isso porque as redes de aTv e rádio são concessões públicas, são empresas que usam de um bem natural que pertence a todxs para ter lucros, e deveria por isso no mínimo retribuir a população em informação. Mas Em vez disso a única coisa que faz é defender seus interesses comerciais.

A questão para mim não é para quem determinada pessoa vota, mas se ela faz isso não movida por preconceitos ou movida por informação distorcida, e é aqui que concentro minha crítica.

Em uma eleição que o racismo foi motor de publicações vexatórias em momento algum a mídia responsável por informar fez questão de explicar à população como funciona uma eleição.

As pessoas não são informadas sobre como funciona uma eleição para deputado (federal e estadual), não se discute a função do Senado, qual é a tarefa desta casa, e sobretudo o que faz um governador e sua diferença para a função da presidência.

Tudo se passa como se fosse uma grande eleição para prefeito, os candidatos ao governo pareciam candidatos a prefeito da capital e não aspirantes ao cargo responsável pela condução de um estado. Ah, não vou nem comentar o fato de que nos últimos quatro 4 anos essa figura simplesmente não existe nos noticiários de São Paulo.

A mídia tem dever de informar, enquanto uma concessão pública como funcionam os programas sociais, explicar a diferença entre uma política de Estado de uma Política de governo para que as pessoas possam fazer sua escolha com o máximo de informação e saber se votam porque concordam ou se discordam.

Contudo, o seu monopólio absoluto joga para que todas as formas de preconceito sejam mantidos e expressados sem que nem mesmo faça a crítica dos absolutos casos de violência física praticados contra pessoas, sem que façam nem mesmo a crítica à homofobia exacerbada de aproveitadores que querem inventar divisões em vez de reconhecer “identidades”, em vez de construir respeito à sexualidade de outra pessoa. E esse é mais um capítulo, joga-se com a sexualidade de Dilma o tempo todo, e isso é uma questão que constrói problemas para além da eleição, no campo das relações que construímos e vivemos.

Não vou eximir os pedagogos, jornalistas, antropólogos, sociólogos, cientistas políticos, assistentes sociais, historiadores, advogados, médicos, trabalhadores da educação em geral, os militantes dos movimentos sociais do dever de informar sobre o que é o SUAS (sistema único de assistência social).

Não posso eximir a tarefa de todos os que sabem como o sistema político de informar os que não sabem.

Não posso eximir de responsabilidade aqueles que sabem como funciona e o que é o Sistema único de Saúde de informar as pessoas.

Temos o dever de assumir a responsabilidade de informar para casos como os de ataque às instituições democráticas como as que têm sido feita por pessoas não devidamente informadas, conduzidas por uma plutocracia defensoras de seus interesses egoístas.

Não me estranha o fato de sem qualquer crítica o fato de o PSDB pedir recontagem dos votos, seja transmitida como notícia “isenta”, e não como um ato que quer joga para a “torcida” , que tem a única função de tentar dialogar com os que praticam a desinformação, que os absurdos casos de machismo, homofobia e racismo nas redes contra os que usam de programa sociais e “nordestinos” .

Não me estranha esse ato não ser informado como a ressureição da UDN, do udeenismo golpista de 64. Do lacerdismo sem futuro. Que se materializou na queda do decreto sobre a participação popular feita nessa semana.

Todxs os que nesse país se ligam ao campo popular-democrático tem tarefa dura, não podemos nos furtar ao dever de informar, de denunciar essas práticas e combater toda forma de Golpismo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s