A série Flash – O que achei da Primeira temporada

Flash é uma das personagens mais importante do universo DC comics. Não é a primeira vez, no entanto, que ele foi agraciado com uma série. Na década de 1990, junto com o Super-Homem ele já havia sido presenteado com uma produção para a TV. Quem vê Big Bang Theory já assistiu vários episódios com referencias diretas a essa personagem. Entretanto, há grandes diferenças a nova e a antiga série, e essas diferenças não ficam apenas na qualidade dos efeitos especiais.

 Diferenças e pontos fortes da série

A primeira coisa que você precisa saber é que esse Flash é Barry Allen e não Wally West. Muitas pessoas conhecem a personagem através daquele que veio a ser seu sobrinho nos quadrinhos e o substituindo futuramente no manto da personagem, isso em função da série animada de TV “Liga da Justiça” e “Liga da Justiça sem Limites”.

É importante dizer isso. Algumas pessoas vieram me dizer quando saiu o filme do Lanterna Verde que não haviam gostado do filme porque a personagem não era negra. Ou seja: não sabiam que o Lanterna Verde Original é Hall Jordan e não John Stewart. Isso porque esse último é a personagem da série “Liga da Justiça”. Salvo engano Haal Jordan só aparece na série animada nos últimos episódios da série sem muita explicação sobre quem é ele.

Bom, isso também é importante para dizer que a família West originalmente não é Negra. Então, se você for ver quadrinhos antigos do Flash não se assuste. Isso faz parte de uma tendência das empresas aumentar a quantidade de personagens negras em suas produções. Algumas inclusive foram literalmente transformadas, como é o caso da família West. Algumas vezes isso é bem feito e não prejudica a compreensão nem a cronologia das personagens nos  quadrinhos. Como nesse caso.

Bom, no Brasil acontece literalmente o contrário. As personagens negras são as mesmas ainda em todas as novelas, filmes e séries, sem mudança alguma.

Voltando, em outras vezes é mal feito, como o caso do Coronel Fury nos filmes dos vingadores. No filme ficou muito legal. Mas na revista isso virou um grande problema. Porque aquele Fury é tirado de uma linha alternativa da Marvel chamada “Ultimate”. Ele não existe na cronologia dos Vingadores. Bom isso fica para depois.

A segunda grande diferença são as características psicológicas e comportamentais existentes entre Barry Allen e Wally West. West é basicamente um brincalhão, divertido, espirituoso, muito boa praça. Enquanto que o Barry Allen tem um característica mais soturna, e da espirituosidade  de seu sobrinho ele guarda muito pouca coisa.

Já escrevi em outro momento que eu realmente odeio o fato de os roteiristas transformarem todas as personagens em cópias de Homem-Aranha. Tentando repetir a formula que deu certo come essa personagem.  Em Flash isso ficou bem leve, ainda que em alguns momentos esse clima domine a série e a personagem.

Não sou um especialista em Flash por isso o conheço apenas das principais grandes sagas da DC – por isso não sei se ela aborda algum arco real da revista. A bem pouco tempo atrás Barry Allen estava morto e foi recentemente trazido de volta. Acredito que isso cria uma grande bagunça na mente de quem vê a série e lembra da série animada.

No entanto, essa nova produção respeita muito os quadrinhos. Gostei das personagens escolhidas como coadjuvantes, isso inclui a transformação de uma inimiga  – quem conhece um pouco de Flash acaba tendo um sabor especial ao vê-la, o mesmo acontece com o Flash Reverso. Mas para os fãs da série vai ser muito legal quando o roteiro os revelarem. Por isso penso que os vilões foram bem escolhidos e o roteiro ficou bem fechado do começo ao fim da temporada. Ela possui um mistério, um ar de suspense que casou muito bem com o roteiro.

Acredito que apenas uma coisa precisa ser melhorada: é preciso explorar mais os relacionamentos entre as personagens e não depender tanto dos efeitos especiais. Deixar a trama fluir mais, correr mais e ficar mais densa.

Uma das Vantagens da série é a sua interligação com a outra produção da DC:  Arrow. Eu ainda não sei se ela também vai se ligar a Gotham. Em todo caso vários personagens já aparecerem nas duas séries, e em alguns episódios o Arqueiro Verde aparece em Flash. Além disso muitos personagens ligados a esses estão surgindo e ganhando espaço nas duas séries. Aparecem em Flash: Ray Palmer – o Electro, e Nuclear. Além de uma participação especial de Canário Negro.

Li em algum lugar que vão parecer em Arrow Gavião Negro, Caçadora e Ricardito. Torço para que surja também o Asa Noturna e a Mulher Gavião. Eu ainda anão acabei de ver a primeira temporada e Arrow, quando acabar comento aqui.

O único reparo real que eu vou colocar é o fato de haver revelações demais nos episódios finais, mas o mais preocupante para mim é que o roteiro do último episódio não fazer o menor sentido. Bom, isso não estraga a série pelo menos.

Nas últimas cenas há uma homenagem a Jay Garrick – o primeiro Flash! Seu capacete aparece repentinamente nesse episódio. Outra curiosidade da série é que o ator que faz o papel de pai de Barry Allen ser o mesmo que fez o Flash da série da década de 1990. Isso realmente foi uma grande sacada. Agora é esperar para ver a segunda temporada.

flashs geraçoes                                                               Barry Allen, Wally West e Jay Garrick

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s